Retorno de férias + Fashion Meeting (2016)

Após passar o mês de Julho em férias, agora o blog está de volta com posts diários. Como o prometido, hoje postaremos os principais tópicos abordados no evento Fashion Meeting, que aconteceu na Belas Artes.

1º Dia (29 de Junho) – Principais tópicos:

  • Meeting 01 – Moda e universo digital – a relação entre a moda e tecnologia; as vendas online via site, redes sociais e mobile; branding e criação de conteúdo exclusivo; a importância da capacitação e profissionalização em todos os setores da moda; a necessidade das empresas se profissionalizarem e atualizarem, entre outros.
  • Meeting 02 – Beleza Fashion: O universo da maquiagem e da beleza visto pelo olhar da moda – a importância da internet, pois hoje as pessoas não compram sem antes pesquisar pelo computador ou celular; hoje em dia a mulher busca – principalmente – a praticidade, seja para escolher um corte de cabelo ou produto de maquiagem, entre outros.
  • Meeting 03 – Fashion Law: As regras do mercado da moda – a necessidade de planejamento e pesquisa para se criar uma empresa/marca; a falta de profissionais qualificados e o fato de poucos cursos abordarem as “leis da moda“; o “dilema” brasileiro da alta tributação, tanto na produção, quanto na venda final do produto de moda; e a ideia de glamour que ainda ilude quem quer trabalhar com moda;  entre outros.

  • Meeting 04 – Trajetórias: Walério Araújo e Maria Rita Alonso – num divertido bate-papo Walério contou um pouco sobre a sua trajetória; explicou que desde pequenos gostava de criar produtos com uma vertente teatral; o universo drag queen foi essencial para a divulgação de seu trabalho; para ele não importa se trabalha com um material caríssimo ou um tecido da “Rua 25 de Março”, o que importa é a criatividade, entre outros.

  • Meeting 05 – O mercado editorial no mundo da moda – há espaço para todos, jornalistas e blogueiros, mídia impressa e digital; as revistas impressas devem pensar em um conteúdo especial para a internet; com a crise, revistas impressas têm queda nas vendas, mas por outro lado as revistas impressas customizadas estão com um aumento de produção, pois as empresas buscam cada vez mais investir em marketing e branding; uma revista mostra o poder de uma marca e o carinho com seu cliente, entre outros.

  • Meeting 06 – Trajetórias: Glória Coelho e Lilian Pacce – fazendo um link com a palestra de “leis da moda”  Glória relatou a necessidade de mão de obra qualificada e a necessidade de terceirizar a confecção; os problemas que o empreendedor brasileiro enfrenta nas questões de tributação e leis trabalhistas; num clima descontraído, comentou que se você é da área de criação, não deve se casar com uma pessoa da mesma área… “é melhor se casar com um empresário” brincou Glória, que foi casada com o estilista Reinaldo Lourenço; entre outros.

1º Dia (30 de Junho) – Principais tópicos:

  • Meeting 07 – Homem e a moda: A evolução da indústria da moda para o homem no mundo e no Brasil – a moda masculina ainda não é significante nas vendas, a mulher consome 10 vezes mais que o homem no Brasil; nos EUA o ticket médio do homem é U$10 maior que o da mulher. E no Reino Unido a moda feminina cresce 3% ao ano, sendo que a masculina cresce 4%; as marcas precisam estar atentas não só a mudança da moda  em si, mas sim à mudanças do estilo de vida, entre outros.

  • Meeting 08 –  Desfile Belas Artes

  • Meeting 09 – Wedding: O Casamento e a moda – foram abordados os “novos” formatos de casamento como o mini-wedding e wedding-destination; a brasileira ainda é muito mais interessada no casamento/festa do que as européias, no Brasil o dia do casamento costuma ser “o grande dia” para a mulher; quando o assunto é vestido as mulheres não se importam com o valor, querem o “vestido ideal” e é papel do estilista ajudar na escolha e ser sincero sobre o que funciona ou não no corpo da cliente, entre outros.

  • Meeting Especial: Martha Medeiros – apresentação do projeto social (Olhar do Sertão), desenvolvido com as suas rendeiras; a necessidade de fazer um trabalho social, tal como dar treinamento, motivar e bonificar as funcionárias; o fato de que o artesanato brasileiro é pouco valorizado aqui, mas no exterior dão valor para o “made in brasil”; quando o assunto é negócios ela acredita que a tecnologia é o futuro, que é necessário muito planejamento, treinamento e também um atendimento impecável, entre outros.

  • Meeting 10 – Trajetórias: Constanza Pascolato e Paula Martins – trabalhou no auge da imprensa impressa na Editora Abril (Revista Cláudia) nas décadas de 70, 80 e 90; hoje é colunista na Revista Vogue; explicou que o impresso é muito editado, mas a internet é mais livre, ou ao menos deveria ser; vivemos na era da imagem, graças ao fenômeno on-line; temos que exercitar a mente constantemente, não podemos deixar de ser curiosos, pois é a curiosidade que nos atualiza e nos situa em relação ao tempo; a moda é um grande negócio! A marca deve ter intimidade com o consumidor e envolvê-lo além da compra; a criatividade deve ser canalizada para o mercado e o consumidor (lifestyle/comportamento), entre outros.

  • Meeting 11 – Design de materiais: novos materiais e as tecnologias que inovam o mercado da moda –  a importância de trocas de experiências entre países vizinhos para se criar produtos naturais e sustentáveis, com o uso de materiais alternativos (ex. gemas orgânicas, couro de peixe e semente de açaí da Amazônia); o reuso e as novas tecnologias; Renato Kherlakian, fundador da Zoomp, disse que a marca foi pioneira ao fazer jeans com materiais, lavagens e beneficiamentos diferentes; reforçaram a importância dos artesãos, que devem ter seus trabalhos resgatados e valorizados; segundo os palestrantes as empresas devem ter os pés fincados no social e funcionários devem ser bem remunerados. Além disso, o cliente precisa saber o que está comprando, como a peça foi feita, o que a empresa gera e etc.    

Beijos,

Natália Adachi – @natiadachi | Moda e MKT 

Capricho à Toa Muito além de um brechó. Um shopping com preço justo!

Já segue no Instagram? @caprichoatoa. Já curtiu nossa página? Facebook!