Resumo – SPFW (3)

Ontem o SPFW foi incrível! Logo “cedo” fui conferir o desfile da Glória Coelho, sou fan do trabalho dela e tive a chance de conhece-la pessoalmente ontem, ela é muito simpática e atenciosa, falou não só comigo mas com cada um que passava por ela, tratava todos da mesma maneira carinhosa, seja um mero fan como eu ou seja uma super editora da Vogue, Elle… falando nisso esse foi o desfile que mais vi gente de “peso” do jornalismo de moda. Ah a coleção? Apaixonante!

Muita transparência – uma das marcas registradas da estilista – trouxeram uma sensualidade sutil e elegante, a coleção foi um encontro coeso entre formas geométricas e formas orgânicas que apareciam em tons de preto, cinza, branco e detalhes em vermelho – por acaso minhas cores favoritas hahaha.

Rodrigo Rosner, fez uma coleção de festa com direito a muito brilho e bordados com pedrarias, vestidos com a tendência “peplum” foram meus favoritos. Ver todas as modelos paradas na passarela proporcionou uma imagem de moda forte que permite analisar a coleção como um todo:

Para fechar meu dia com chave de ouro, Vitorino Campos apresentou uma coleção com um toque futurista graças ao prata, teve tons nudez e estampa de listras. Confesso que eu não era muito adepta de usar os “conjuntinhos” mas ele mostrou uma versatilidade de modelos que vai muito além da calça com blazer:

Fotos por Natália Adachi com exclusividade para o brechó Capricho à Toa.

Curtiu o post? Então curta nossa página no facebook: Clique aqui!

AH! O blog agora tem Instagram! Siga: @caprichosdanati